Ipatinga, 4 de Julho de 2020
NOTÍCIAS

Novo Esporte divulga escudo

- Diretoria do clube planeja lançamento oficial para 19 de março de 2013


Escudo do Novo Esporte, cujo mascote é o Quero-Quero de Minas

Registrado no dia 12 de dezembro na Federação Mineira de Futebol (FMF), o Novo Esporte Clube Ipatinga aos poucos vai ganhando corpo e sendo apresentado à população. Nessa quinta-feira, o DIÁRIO DO AÇO teve acesso à arte definitiva do escudo do clube-empresa. O emblema é inspirado nas cores da bandeira de Ipatinga (verde, vermelho, azul e branco) e tem uma Estrela de Davi, de seis pontas no centro do escudo. Segundo João Chico, a escolha foi feita por uma questão de fé, “para que o clube tenha um norte”.

A predominância é do vermelho, principal cor da logomarca da Indumep, empresa dona do Novo Esporte. O Quero-Quero de Minas, mascote do time, vai disputar a Terceira Divisão do Campeonato Mineiro em 2013. A competição está programada para o segundo semestre. A diretoria do Novo Esporte ainda não fala em contratações de jogadores. “A montagem do elenco será pensada a partir de março. Essa questão será de responsabilidade do nosso diretor de Futebol, Romeu Ribeiro”, antecipa João Chico, presidente do clube.

O Novo Esporte será apresentado para Ipatinga e região no lançamento oficial do time, agendado inicialmente para 19 de março, no Ipaminas Esporte Clube, no bairro Cidade Nobre. Na oportunidade serão apresentados o plano de marketing, uniformes, planejamento estratégico e o escudo do clube.

João Chico reiterou ontem que o Novo Esporte vai mandar seus jogos no Ipatingão, embora o prefeito Robson Gomes (PPS) tenha assinado recentemente um “Termo de Permissão de Uso” do estádio municipal para o Ideal Futebol Clube. “Digo e reafirmo, o Novo Esporte vai jogar no Ipatingão”, sintetizou João Chico

. Orçamento do primeiro ano não passará de R$ 500 mil

A política de gastos do Novo Esporte com o futebol será feita de forma racional. Quem garante é o diretor-administrativo do clube, Glaudstom de Souza Oliveira, o popular Gal. “Ainda estamos fazendo o levantamento dos recursos necessários para formar uma equipe competitiva, em condições de conquistar o acesso ao Módulo II do Mineiro, já em 2013. Um balanço preliminar aponta que vamos trabalhar com uma receita entre R$ 450 mil e R$ 500 mil. Não está nos planos ultrapassar esse teto. Vamos formar um time com os pés no chão, para entrar e sair com as contas saneadas”, pontua Gal.

O diretor administrativo antecipou, ainda, que os recursos capitaneados pelo clube serão investimentos em projetos. “A receita que entrar será revertida para o desenvolvimento do futebol. Temos projetos para médio prazo, para valorização da nossa escolinha, futebol amador e até mesmo esporte especializado”, explica Gal.

Repórter : Bruno Jackson

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br/noticias.aspx?cd=68895




 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br