Ipatinga, 16 de Agosto de 2022
NOTÍCIAS

Rodovias mineiras são liberadas e greve no Estado chega ao fim

Liminar da Justiça obrigou que estradas fossem liberadas sob risco de multa de R$ 100 mil por hora


Engarrafamento na BR-381 no fim da tarde da última terça-feira; mesmo com liminar, caminhoneiros insistiram por mais de 12 horas (Crédito: André Almeida)

Caminhoneiros liberam na manhã desta quarta-feira (3) a BR-381, na altura do município de Antônio Dias, após quase 48 horas de protesto que bloqueou a rodovia e gerou engarrafamentos de grandes proporções em uma das estradas mais importantes do país. O fim da manifestação no local se deu após a intervenção da Justiça, que fez com que os caminhoneiros entrassem em um acordo entre eles e encerrassem o movimento.

Na tarde de terça-feira (2), a Justiça de Minas Gerais determinou, por meio de uma liminar, o desbloqueio imediato da BR-381, bem como de todas as rodovias federais no Estado que estivessem com o trânsito interrompido em virtude manifestações. A multa estipulada caso os caminhoneiros não cumprissem a determinação era de R$ 100 mil por hora.

A medida foi ajuizada pelo Governo Federal por meio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) contra a União Geral dos Trabalhadores de Minas e o Sindicato dos Transportes Autônomos de Carga do Estado e também proibia a ocupação de qualquer ponto de rodovia federal, mesmo em acostamento. O temor do Governo era de que as intervenções causassem prejuízos aos caminhoneiros e comprometessem o abastecimento de produtos essenciais no país.

Mesmo com a notícia de que a Justiça havia acatado o pedido do Governo, manifestantes não recuaram e permaneceram durante toda a noite de terça e madrugada de quarta na rodovia. Só decidiram pôr fim ao movimento pela manhã e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) mineira, até a tarde desta quarta-feira nenhuma rodovia do Estado se encontrava bloqueada em virtude de manifestações de caminhoneiros.

Entretanto, em outros Estados os protestos continuam. Motoristas tiveram que enfrentar paralisações em outros pontos da 381. Na rodovia Fernão Dias, que liga Belo Horizonte a São Paulo, moradores interromperam o trânsito e chegaram a incendiar um ônibus pedindo redução nas tarifas do transporte coletivo.

O movimento que foi encerrado em Minas Gerais segue o padrão nacional, com paralisações em diversas estradas federais do país, desde a última segunda-feira. A organização é atribuída, na maioria dos casos, ao Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC).

Os motoristas reclamam dos altos valores cobrados em forma de pedágios e reivindicam correção nos valores dos fretes, que, segundo eles, estão defasados, além da redução no valor do combustível e melhorias na infraestrutura das rodovias, como a duplicação da BR-381.


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br